Faculdade Murialdo

A estudante de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, Luana Rocha Engeroff, aliou sua paixão pelo time do Grêmio ao desenvolvimento de seu trabalho de conclusão de curso (TCC). A temática da dissertação consistiu no “Processo seletivo de atletas profissionais nos clubes de futebol gaúchos: um estudo de caso múltiplos”.

 

A acadêmica ressalta que a produção de seu TCC foi uma experiência única que a deixou muito feliz e eufórica. “ Eu pude analisar os resultados e enxergar um mundo de possibilidades. Pude descobrir, entender e compreender como funciona e ver o quanto podemos aprender mais sobre aquilo que a gente acha que conhece, a gente acha que sabe. Finalizei o TCC com um novo olhar, uma nova ótica”, salienta.

 

Confira abaixo a entrevista com a acadêmica, que está no último semestre do curso. Inspire-se e saiba mais sobre essa etapa da graduação:

 

Qual a importância dessa fase na vida acadêmica?

Vejo o TCC como uma grande oportunidade, pois, por meio dele, você pode chegar a lugares e empresas que jamais teria a chance de conhecer melhor, e entender os processos. Ele também possibilita conhecer melhor uma área, um segmento, um processo, podendo até auxiliar no direcionamento de carreira, pois você tem a probabilidade de se identificar ou não com um tema, e isso pode ser esclarecedor.

 

Conte como foi o processo de escolha do tema. E por que você decidiu fazer o trabalho com esse viés, pois a sua paixão pelo Grêmio se tornou o foco do seu estudo acadêmico?

O futebol é minha grande paixão desde a infância, e o Grêmio é o time do meu coração. Logo que ingressei no curso, pensava que o meu TCC deveria ser feito sobre algum tema que motivasse bastante, afinal eu iria dedicar um ano da minha vida a ele. Ao refletir sobre o tema, bem antes de chegar no semestre do TCC I, eu coloquei na cabeça que o futebol faria parte do trabalho, e como os clubes são empresas, busquei um tema dentro do meu curso, que foi o processo seletivo, porém as empresas escolhidas foram os clubes de futebol e os funcionários selecionados, nesse caso, foram os atletas.

 

E a elaboração do trabalho, como foi?

Na primeira aula teórica de TCC, eu já estava com o tema na cabeça, mas eu não sabia se seria uma boa escolha. Ao conversar com a professora e falar sobre a temática, ela me apoiou. Quando vi que tinha o sinal verde fui me aprofundar na história do futebol e nos processos que envolveriam a fundamentação teórica do trabalho, mas até esse momento eu não tinha nenhum contato nos clubes.

 

Qual o sentimento em saber que o seu trabalho vai ir para o acervo digital do Museu do Futebol? Como você conseguiu essa publicação por lá? Conte como foi.

O Museu do Futebol fica junto ao estádio do Pacaembu na cidade de São Paulo. Eu tinha programado uma visita ao local no início do ano, pois acredito que agregaria no meu trabalho. Já tinha comprado as passagens, porém com a pandemia o Museu foi fechado para visitação. Com isso, eu fui pesquisar mais sobre eles no site e vi que contavam com o Centro de Referência do Futebol Brasileiro (CRFB). É um setor responsável por pesquisar e documentar diferentes expressões do futebol no Brasil, com vistas à constituição do acervo do Museu do Futebol. O CRFB possui equipe dedicada à pesquisa, à documentação e à gestão de uma biblioteca e midiateca. Esta, possui um dos maiores acervos de livros e periódicos, além de coleção de filmes, documentários, catálogos e obras de referência sobre o tema. Vi também que materiais desenvolvidos por alunos em TCC e demais pesquisas eram aceitos pelo museu para compor o seu acervo. Encaminhei um e-mail explicando sobre o meu trabalho, eles responderam e disseram que o mesmo seria catalogado no acervo digital. Fiquei muito feliz, pois sei que meu trabalho estará lá para consulta de qualquer pessoa que se interessar pelo tema e também pode auxiliar em outras pesquisas, visto que essa temática ainda é pouco explorada e quase não temos materiais científicos sobre. A sensação foi a mesma que fazer um gol, vibrei sozinha na frente do computador lendo a resposta deles.

 

No que estará agregando à sua carreira profissional a realização desse trabalho?

Mergulhar nesse tema e nos resultados da pesquisa me fez ampliar a caixa, não digo sair da caixa e sim ampliar, pois consigo enxergar diversas possibilidades dentro da área de recursos humanos. Nós estamos moldados a enxergar um processo muito tradicional de uma forma, e a pesquisa apresentou resultados e uma realidade que jamais seria possível de conhecer. Me fez enxergar um leque de possibilidades que existem nessa área e como temos que nos reinventar e jamais ficarmos estagnados e acomodados dentro da rotina de um processo, por mais enraizado que ele seja.

  

Para você, qual a importância da formação acadêmica e a relação com a sua vida profissional.

Eu vejo que a busca por qualificação nos permite maiores possibilidades no mercado de trabalho, embora terminar um curso não significa que podemos nos acomodar, pelo contrário, precisamos nos atualizar constantemente. A graduação vai ampliar suas possibilidades num mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

 

Você já atua na área? No que você trabalha?

Sim, eu já trabalho na área de recursos humanos, tenho um curso técnico em contabilidade o que me possibilitou ingressar na área de departamento pessoal, um dos subsistemas do grande guarda-chuva que é a área de recursos humanos. Na empresa que eu trabalho, o setor de RH é bem generalista o que possibilita eu associar a teoria com a prática, então além do departamento pessoal, já atuo com os demais subsistemas do RH.

 

Qual a sua idade?

Tenho 34 anos, ou como gosto de brincar quando questionam minha idade: minha dupla de zaga favorita Geromel (3) e Kannemann (4), em alusão ao número das respectivas camisas dos jogadores.

 

Para quem vai iniciar o TCC agora, qual dica você deixa?

A pessoa tem que pensar que vai dedicar um ano de sua vida, então deve escolher algo que te faça feliz em ler, estudar, pesquisar e se aprofundar. Não adianta escolher qualquer coisa, pois é um período que exige dedicação e muita renúncia, você vai deixar o seu lazer e seu descanso de lado, então escolha algo que deixe feliz e não o contrário, só aumenta o desgaste desse período. Procure um tema que você se identifique ou algo que você realmente não conhece e queira pesquisar, algo que vá agregar na sua vida e para a sociedade. TCC não pode ser encarado como momento de tormento e estresse, ele pode sim ser um momento prazeroso em sua vida, basta fazer bem suas escolhas.

 

Fale um pouco sobre como foi o período que você passou na FAMUR?

Estou chegando ao último semestre, mas não me imagino longe da instituição depois que acabar. A gente acha o ritmo de trabalho mais faculdade cansativo, mas depois que acaba a gente sente falta. Gosto da instituição, das relações que criei com colegas e professores, de todo aprendizado e de tudo que vivi. Creio que vou me candidatar à alguma monitoria voluntária se for possível para me manter ainda nesse ambiente que fez parte da minha vida nos últimos 3 anos.

 

Por que você escolheu estudar na Faculdade Murialdo?

A escolha pela FAMUR se deu em virtude de ter boas referências da qualidade de ensino do Colégio Murialdo, por se tratar da mesma rede, entendi que a qualidade de ensino da faculdade não seria diferente. E, ao pesquisar mais sobre, percebi que ela tinha ótima conceituação pelo MEC, esse foi o diferencial na escolha.

 

Dica da acadêmica:

A FAMUR conta com as APS em todos os semestres, já estimulando o ensino investigativo, creio que o TCC pode ser construído também um pouquinho em cada semestre com as APS, embora elas não sejam individuais é uma ótima oportunidade de pesquisar sobre temas, já pensando na construção do TCC. Eu fiz duas APS que envolviam a parte de recrutamento e seleção, então quando fiz a fundamentação teórica do TCC já estava familiarizada com o assunto e os autores que embasaram o tema. 

 

Essa entrevista faz parte de uma série de matérias do nosso blog, o TCC em destaque. Serão diversas entrevistas com os acadêmicos para contar a experiência de realizar o Trabalho de Conclusão de Curso e o Estágio Curricular Obrigatório. Esta é uma oportunidade para conhecer melhor o modo FAMUR de ensino e também sobre o que os estudantes podem esperar desta fase acadêmica.

 

 

 

Imprimir