Faculdade Murialdo

Proporcionar uma tarde de bem-estar para adolescentes e mulheres que se encontram em vulnerabilidade social, por meio de palestras, confraternização e doações de roupas e kits de higiene, demonstrando a importância delas na sociedade. Este foi o objetivo do Chá das Princesas promovido pelas acadêmicas do curso de Pedagogia da Faculdade Murialdo (Famur), no último domingo, 28 de novembro, na zona norte de Caxias do Sul.

 

A realização da atividade vem ao encontro de que participar de projetos sociais ajuda os estudantes a ampliar a visão de mundo. Ensina a perceber as diferentes perspectivas de vida existentes, tornando cada um mais humano, e com o desejo de proporcionar coisas boas a outras pessoas.

 

Marilene Verissimo dos Santos, acadêmica de Pedagogia organizadora do evento, enfatiza que as jovens e mulheres que foram convidadas enfrentam situações difíceis em suas vidas. E participar de algo proporcionado somente a elas, com certeza, foi especial. Nos propomos nesse dia para a realização de palestras, confraternização, doação de roupas, kits de higiene e designers de sobrancelhas. Gratidão é a palavra que quero expressar a todo apoio que recebemos”.

 

Já para a também acadêmica de Pedagogia, Cristina F. Ribeiro, foi gratificante fazer parte dessa ação. “Proporcionar para mulheres guerreiras um ‘Dia de Princesa’, foi algo muito especial. É inexplicável os olhares de felicidade e sorrisos que recebemos com um pouco que damos. Nesse dia aprendi que sempre podemos descobrir emoções novas."

 

A ocasião foi marcada também por bate-papos. Entre eles estava o da Judith Monticelli que contou sobre a sua trajetória de vida. “Vivenciei mais intensamente, por meio da experiência, o verdadeiro significado da palavra empatia. No dicionário, uma das definições diz que ela é a capacidade de se identificar com outra pessoa, de sentir o que ela sente. E a prática vivenciamos nesse evento. Cada sorriso, cada lágrima, foi possível sentir cada emoção por elas vivida”, comenta.

 

A Natasha, acolhida pela Comunidade Terapêutica Centro Vita de Caxias do Sul, contou sobre a experiência de ter participado do Chá das Princesas. “A recepção que tivemos nos mostrou que nós podemos, sim, superar os traumas do passado. Para isso precisamos acreditar que Deus está ao nosso lado. Foi um momento de muita alegria, de dividir experiências”.

 

Destaca-se, ainda, que o evento foi promovido em parceria com a Igreja Assembleia de Deus, do Bairro Santa Fé, em Caxias do Sul.

 

Fotos: Divulgação

Imprimir