Faculdade Murialdo

Segurança da Informação, Forense Digital e Hacker Ético é tema de palestra

Uma pesquisa realizada em 2017, pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) aponta que o Brasil está em 4º lugar no ranking mundial de usuários de internet, com 120 milhões de pessoas conectadas. Diante dessa realidade, a segurança da informação é de suma importância; por isso, a Faculdade Murialdo, por meio do Curso de Sistemas para Internet, promoveu, nesta terça-feira, 27 de março, a palestra “Segurança da Informação, Forense Digital e Hacker Ético”, com o Consultor em Segurança da Informação, Petter Anderson Lopes. O evento, que ocorreu no Miniauditório I da Unidade Sede (Rua Marquês do Herval, 701 | Centro), fez parte da programação “Volta às Aulas” e reuniu a comunidade acadêmica e externa.

O coordenador do curso de Sistemas para Internet, prof. Rafael Denicol, deu as boas-vindas, apresentou o palestrante e situou os participantes da palestra. “Que o assunto é importante, todo mundo sabe; o problema é saber o que e como fazer para não termos problemas com o vazamento das informações, tanto na vida pessoal quanto profissional”, destacou.

Lopes iniciou sua fala apresentando os diversos conceitos utilizados na tecnologia e o significado de cada um. Ele alertou sobre a problemática de como as pessoas guardam suas informações confidenciais e como bandidos conseguem rastrear esses dados. Durante toda palestra, Lopes apresentou exemplos práticos de sua experiência profissional e esclareceu a diferença entre o Hacker (conhecimentos profundos em informática, auxiliam em questões de segurança e desenvolvem novas funcionalidades para o mundo) e o Cracker (usa seu conhecimento de forma ilegal) e como é possível utilizar esse conhecimento para a prevenção de vazamento de dados.

Após, o palestrante expôs sobre os crimes mais comuns da internet: notícias falsas – fake News; hoax - boatos na internet; cyberstalking – perseguição virtual e cyberbullying e alertou sobre os riscos ao descartar as mídias. “Cuidado com descarte de hd’s, pendrives, cartões de memória, smartphones. Os dados podem ser recuperados, mesmo depois de ter apagado o arquivo e formatado a mídia”, advertiu.

De acordo com o professor Rafael, a palestra esclareceu diversos pontos sobre a segurança da internet. “A temática abordada não é importante só para o meio acadêmico onde a informação deve ter origem idônea, mas, sobretudo, para os cidadãos e profissionais que correm sérios riscos de roubos de dados ”, alertou.

A acadêmica Jennifer Gomes destacou que a palestra foi bem interessante e esclarecedora. “Não sabemos de fato como realmente funciona a internet e a fala do especialista esclareceu vários aspectos, pois vivemos continuamente uma falsa sensação de estarmos seguros”, defendeu.

 

PETTER ANDERSON LOPES: Consultor em Segurança da Informação, Pentest, Consultor em Forense Digital, Perícia Digital (Perito Judicial Nomeado, Assistente Técnico Judicial e Perito Ad Hoc), Auditoria e Análise de Vulnerabilidades.

 

Fotos: Marco Antônio Tessari

Imprimir Notícia