Faculdade Murialdo

Retiro sobre o “Cuidado que eu preciso” reúne profissionais Murialdo

Integração e reflexão marcaram a segunda edição do Retiro de Formação Murialdo 2018. O encontro ocorreu no último sábado, 29 de setembro, e contou com a presença da direção e profissionais do Colégio Murialdo Centro, Faculdade e Ação Social. O encontro foi assessorado pelo Pe. Juarez Dalan que abordou a temática sobre “O cuidado que eu preciso”.

 

O evento iniciou com o Café de Boas-Vindas e confraternização. Após, no teatro Murialdo, o diretor Pe. Raimundo Pauletti agradeceu a presença de todos e chamou a atenção para o cuidado do eu. “Ninguém consegue cuidar do outro se não consegue cuidar de si”, alerta. Ele apresentou a parábola da Carroça – quanto mais vazia, mais barulho ela faz. “Temos que cuidar para não sermos carroças vazias e só fazer barulho por ali. Precisamos preencher o nosso interior para que consigamos viver melhor, mais felizes”, argumenta, Pauletti.

 

De posse da palavra, Pe. Juarez Dalan (Religiosos Josefino. Nos últimos seis anos fez parte do Conselho Geral em Roma e visitou os 16 países em que os Josefinos possuem obras sociais e missionárias) palestrou sobre “O cuidado que eu preciso”. Ele destacou que: “Quando analisamos um carro, só reparamos no externo dele. Mas, não nos damos conta que ele precisa de muitos cuidados internos para que funcione. Nós somos assim: precisamos parar para nos cuidar, avaliar, retomar, projetar, sentir como estamos vivendo a vida”, afirma.

 

De acordo com a analista de recursos humanos, Angélica C. Alves, o evento foi bem reflexivo. “O que mais me marcou da palestra foi uma frase do Pe. Juarez. ‘Entre o monumento e o vento, a vida em movimento’. Às vezes, ficamos parados como o monumento e, às vezes, corremos que nem o vento. Esse trecho nos faz pensar como devemos parar e cuidar da nossa saúde, para que assim, também consigamos cuidar do próximo”, salienta.

 

Dalan ressaltou que todos fazem parte da missão de Murialdo. Ele apresentou fotos e vídeos de suas viagens pelos 16 países que contam com a Instituição de Murialdo. “É lindo ver a missão de Murialdo acontecendo em diversos países e nas culturas diferentes. Todas as iniciativas possuem o propósito e o trabalho de defender e promover a vida. Isso é de Deus, defende. Para finalizar o evento, Pe. Juarez abençoou os presentes, enviando-os em missão.

 

Fotos: Eduardo Rodrigues

Imprimir Notícia