Faculdade Murialdo

Programa de Educação Ambiental será lançado na FAMUR

No dia 17 de outubro, a Faculdade Murialdo (FAMUR) dará início ao Programa de Educação Ambiental com palestras e oficinas aos estudantes. A iniciativa, que busca desenvolver a sensibilização e a conscientização ambiental no espaço acadêmico, ocorrem na Unidade Sede da FAMUR (Rua Marquês do Herval, 701).

O projeto apresentará a importância da arrecadação de tampinhas de plástico (de produtos, de higiene pessoal e doméstica, remédios, produtos alimentícios, etc.) para a construção de adaptadores e de cadeiras de rodas às crianças deficientes. A inscrição para os eventos é a doação de 20 tampinhas ou uma contribuição espontânea.  O coletor de tampinhas estará disponível na recepção da Unidade Sede.

 

 CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

 

Data: 17 de outubro

Palestra: Abertura do projeto “Tampinha Legal” | Das 19h30min às 20h10min

Oficina: Mova – Oficina Solidária de Confecção dos Andadores Infantis de Praia em Canos de PVC | Das 20h30min às 22h

Ministrante: Coordenadora do projeto “Tampinha Legal”, Simara Souza

Local: Sala de aula das disciplinas: Fundamentos Epistemológicos e Metodológicos de Ciência e Saúde e Necessidades Especiais e Educação Inclusiva

 

Data: 18 de outubro

Palestra I: Abertura do projeto Tampinha Legal | Das 19h15min às 20h

Palestra II: Abertura do projeto Tampinha Legal | Das 20h20min às 21h

Ministrante: Coordenadora do projeto “Tampinha Legal”, Simara Souza

Local: Sala 307 da Unidade Sede

 

Tampinha Legal: é uma ação socioambiental de caráter educacional, lançada pelo CBP – Congresso Brasileiro do Plástico, e, em outubro, completa um ano de atividades. Os resultados obtidos desde o seu lançamento demonstram a importância do programa por meio da coleta de tampas plásticas em 150 cidades do Rio Grande do Sul, somando mais de 500 pontos de coleta. Além disso, o Tampinha Legal já ganha força em outros estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. “É “É uma iniciativa que iniciou tímida há um ano, mas cresce rapidamente. De forma simples, um material nobre que poderia ser descartado incorretamente, se transforma em recursos financeiros. A natureza agradece e a indústria do plástico mostra o valor da economia circular”, ressalta o presidente do CBP, Alfredo Schmitt.

 

Oficina Solidária: confecção de andadores infantis em canos de PVC. Os protótipos dos andadores ficaram disponíveis para empréstimo aos veranistas em 10 cidades do litoral gaúcho nas casas do SESC. A ideia também é propor para distribuição de alguns exemplares na Instituição.

 

Imprimir Notícia