Faculdade Murialdo

Professor Milton Farina: mais de 30 anos de atuação contábil. Um profissional de sucesso!

Dedicação, empenho e paixão pelo que faz são características do professor da Faculdade Murialdo (FAMUR) Milton Farina. Profissional com mais de 30 anos de atuação contábil em uma grande empresa caxiense, Milton fala de si, dos seus sonhos, das habilidades e conhecimentos que o futuro profissional da contabilidade precisa ter para dar conta à demanda de mercado. Confira:

FAMUR: Fale um pouco sobre o você: sua família e sua formação profissional e acadêmica.

MILTON: Sou casado, tenho um filho que recentemente se formou em Direito e uma filha que quer cursar Medicina. Tenho duas irmãs e meus pais já são falecidos. Sou formado em Ciências Contábeis pela Unisinos, em 1993. Após, realizei 02 cursos de pós-graduação pela Universidade de Caxias do Sul: Gestão Empresarial, em 1999 e Gestão de Negócios, em 2008.

FAMUR: Quais os critérios que lhe levaram a optar por esta carreira? Há quanto tempo atua na área?

MILTON: Atuo há 30 anos na área de contabilidade. Meu primeiro vestibular foi para engenharia elétrica. Optei pela área de contabilidade em decorrência da oportunidade que foi surgindo pois, aos 15 anos, comecei a trabalhar como office-boy e fui orientado por pessoas que me deram a chance de aprender contabilidade e seguir esta profissão. Isto foi determinante para percorrer este caminho.

FAMUR: O que é preciso para ser um bom contador?

MILTON: A condição obrigatória para ser um bom contador é observar e seguir os princípios fundamentais da contabilidade (Entidade, Continuidade, Oportunidade, Registro pelo valor original, Competência e Prudência). 

FAMUR: Como o senhor tornou-se um profissional contábil?

MILTON: A principal razão foi a chance que recebi de trabalhar desde jovem. Aos 15 anos fui contratado e passei a receber oportunidades para ajudar nos serviços financeiros e contábeis da empresa. Identifiquei-me com os trabalhos, pois, na época, cursava o Técnico de Contabilidade. Na sequência, fiz a escolha pelo curso superior de Ciências Contábeis.

FAMUR: Quais são as vantagens e desvantagens da profissão contábil?

MILTON: A maior vantagem de trabalhar em contabilidade é a continuidade do aprendizado, principalmente em função das constantes mudanças na legislação e dos novos métodos e recursos disponíveis para atuar na área. Isso propicia crescimento e satisfação pelas melhorias nos processos e nos resultados. Temos outras vantagens, mas destaco a presença do Conselho Federal de Contabilidade e dos Conselhos Regionais que dão suporte, regulam e fiscalizam o exercício da profissão.

Uma desvantagem é de que alguns profissionais não respeitam os princípios fundamentais, prejudicando a imagem da classe contábil.

FAMUR: Por que uma empresa precisa organizar e manter sua contabilidade?

MILTON: Organização é importante para todos os locais, para todas as atividades, para a vida das pessoas e deveria residir em todos os endereços. Mas, trabalhar de forma organizada, em contabilidade, resulta em qualidade de informação para a tomada de decisões. A contabilidade pode ser comparada aos exames médicos que têm por finalidade corretamente diagnosticar. Manter uma contabilidade organizada dá credibilidade, demonstra importância e seriedade.

FAMUR: Como você descreve sua experiência no setor contábil?

MILTON: Tenho experiência de ter trabalhado com sistema manual de contabilidade, na época da máquina de escrever. Todavia, a evolução dos equipamentos e sistemas faz com que a atividade contábil tenha maior velocidade e qualidade de informação. Estes recursos são primordiais para a execução dos trabalhos; porém, existem os recursos humanos que estão acima de tudo. Trabalhar com uma equipe dedicada e comprometida torna o trabalho mais responsável e é isto que eu mais valorizo em minha atividade profissional.

FAMUR: Além dos conhecimentos contábeis, quais as habilidades para ser um bom profissional contábil?

MILTON: Além das qualidades técnicas que eu entendo como fundamentais, precisamos das qualidades comportamentais. É necessário ter habilidade para se relacionar com as equipes e com os nossos clientes. Ter consciência da responsabilidade da profissão. Demonstrar confiança e credibilidade, atuando como executor e consultor, buscando sempre a verdade dos fatos.

FAMUR: O que o futuro reserva à profissão contábil?

MILTON: A profissão contábil surgiu há muitos anos e o que mudam são as tecnologias disponíveis e as constantes atualizações da legislação. A contabilidade é e continuará sendo uma profissão regulamentada, só isso demonstra maturidade e respeito pelo exercício das atividades. E o futuro reserva uma profissão de destaque para todos os profissionais que queiram buscar constantemente evolução técnica e comportamental.

FAMUR: Como o senhor vê a evolução da Contabilidade?

MILTON: A cada ano que passa vejo que está mais fácil de trabalhar em decorrência da padronização dos processos. O que vai diferenciar será a capacidade de análise e de interpretação das informações. A entrega não será apenas de dados, mas, sim de informações confiáveis que possam ser úteis para a tomada de decisão.

FAMUR: Qual a situação do mercado brasileiro para quem está ingressando na carreira contábil? 

MILTON: A contabilidade é uma ciência e isto já contribui para o aprimoramento da sociedade. Portanto, a situação é de oportunidade pois ela permite o ingresso em muitas áreas no mercado de trabalho, atuando como contador de empresa ou escritório de contabilidade, em auditorias, em diversas áreas da contabilidade como fiscal, custos, patrimonial, estratégica e outras. 

FAMUR: Quais foram os maiores obstáculos que o senhor encontrou em sua carreira profissional?

MILTON: Existe uma pergunta que é um grande obstáculo: “Este balanço está certo? Então, o maior obstáculo é demonstrar confiança na informação. Ninguém pode ser mágico e entregar ilusão. Precisamos entregar credibilidade e só conseguimos ao longo do tempo.

FAMUR: O que o senhor aconselha para quem deseja ser um Profissional da Contabilidade?

MILTON: Eu aconselho ética, determinação e responsabilidade. Trabalhar com muita dedicação, sempre com a verdade dos fatos e fazer sempre a melhor análise e interpretação. Ser um profissional honesto e que saiba orientar e não se envolver em sonegação ou desvios. 

FAMUR: Que outras considerações você tem a fazer? 

MILTON: Quero agradecer pela oportunidade desta entrevista. Mas, se eu pudesse fazer um novo começo, faria novamente a escolha pela contabilidade.  Tenho em minhas mãos o presente e espero fazer o melhor de mim todos os dias. Possuo muita vontade e disposição para ir ao meu trabalho, desempenhar minhas funções e responsabilidades junto à minha equipe. Quanto ao futuro, quero contribuir, dividindo minhas experiências e meu conhecimento.

 

Imprimir Notícia