Faculdade Murialdo

FAMUR lança filme “É possível amar um desconhecido”

Produção do Núcleo de Pesquisa e Extensão Acadêmica apresenta o projeto Hospedagem Solidária

 

Amor, empatia e muita emoção marcaram o lançamento do filme “É possível amar um desconhecido”, que ocorreu na noite desta quarta-feira, 31 de outubro, na Faculdade Muriado (FAMUR). A produção foi resultado de um trabalho do Núcleo de Pesquisa e Extensão Acadêmica no programa “Hospedagem Solidária: registro audiovisual de um projeto de acolhimento a pessoas em situação de rua em Caxias do Sul (RS)”, que teve como objetivo sensibilizar a população sobre a questão das pessoas em situação de rua. Sua produção envolveu direção, docentes e acadêmicos da Faculdade Murialdo, além profissionais voluntários.

 

O filme contou a coordenação da professora Drª Juliana Rossa, com a participação da estudante de Pedagogia Marina Cunha Venâncio e a estudante de Administração Priscila Lemos. Além disso, o projeto ainda teve a colaboração dos profissionais voluntários Grabriela Demore e Wéllington Damin, que trabalham na área de vídeo.

 

A professora Juliana destaca que o projeto fez com que a situação dos moradores de rua tivesse maior visibilidade por parte da população. “Nós conseguimos sensibilizar as pessoas para que elas tenham um olhar diferenciado para o morador de rua enquanto ser humano. Além disso, a FAMUR tem em seu DNA a responsabilidade social e a ação só veio para confirmar a preocupação da Instituição em relação ao outro”, argumenta.

 

De acordo com a acadêmica de Pedagogia Marina Venâncio, participar do projeto foi uma experiência incrível. “O vídeo busca atingir o maior número de pessoas e conscientizá-las. Com o desenvolvimento desse programa, aprendi que existe muito amor nas pessoas e que juntos podemos fazer a diferença na vida de todos. Afinal, somos todos irmãos. Entrei no projeto pensando em ajudar, e no fundo, quem se sentiu ajudada fui eu”, afirma emocionada.

 

A coordenadora do projeto Hospedagem Solidária, Maria Teresinha Grasseli, assegura que o trabalho de ajudar as pessoas ainda não acabou. “Nós temos o compromisso para com os outros. Ficamos felizes em poder ajudar e com o vídeo, muita gente irá conhecer o projeto e vai saber como contribuir para que os moradores de rua tenham dignidade. Vocês já imaginaram o que significa ter um prato de comida, tomar um banho quentinho e, numa noite fria, deitar num colchão com cobertor e dentro de casa”?, questiona.

 

O projeto Hospedagem Solidária atendeu 350 pessoas no período do inverno caxiense, entre os meses de junho e setembro de 2018, no Salão da Paróquia Murialdo. O projeto também contou com a participação das Paróquias da Catedral, São Pelegrino, Nossa Senhora de Lourdes, Santa Catarina, São Pio X, São Leonardo Murialdo e Sagrada Família e a colaboração de várias pastorais.

 

Equipe:

 

- Juliana Rossa: coordenadora do projeto de extensão, professora da Faculdade Murialdo;

 

-  Priscila Lemos: integrante do projeto de extensão, acadêmica do curso de Administração;

 

- Marina Venâncio: integrante do projeto de extensão, graduada em Tecnologia em Fotografia, acadêmica do curso de Pedagogia, sócia-proprietária na MW Estúdio Fotográfico;

 

- Gabriela Demore: integrante voluntária do projeto de extensão, graduada em Marketing, produtora audiovisual na empresa Gabriela Demore - Produtora Audiovisual;

 

- Wéllington Damin: integrante voluntário do projeto de extensão, graduado em Tecnologia em Fotografia, sócio-proprietário na MW Estúdio Fotográfico.

 

Ficha técnica Audiovisual “É possível amar um desconhecido”

Realização: Núcleo de Pesquisa e Extensão Acadêmica (NPEA) - Faculdade Murialdo;

Direção: Juliana Rossa;

Produção: Priscila Lemos;

Imagens: Grabiela Demore, Marina Venâncio e Wéllington Damin;

Edição: Grabiela Demore;

Duração: 7’13”.

 

Fotos: Eduardo Rodrigues

Imprimir Notícia