Faculdade Murialdo

Demonstração do Google Glass encerra curso de Mídias Sociais

 Na última sexta-feira, 02 de agosto, cerca de 30 alunos da Extensão em Mídias Sociais da Faculdade Murialdo puderam visualizar os recursos proporcionados pelo Google Glass, dispositivo em formato de óculos que reúne funcionalidades de um smartphone e que deverá ser lançado pelo Google apenas no ano que vem. No mundo inteiro, atualmente apenas 8 mil pessoas possuem o aparelho que impulsionará a conectividade e relacionamento através da internet.

Durante a aula que encerrou os 5 dias de curso, o estudante universitário de Camaquã (RS), Lucas Sperb, de 19 anos, apresentou os óculos que, entre outras funções, permite a leitura e envio de e-mails, visualização de notícias através da lente, captação de fotos e vídeos com comando de voz. O encontro ocorreu através de hangout, uma espécie de videoconferência pela rede do Google. Com um telão instalado no auditório da Faculdade Murialdo, os alunos puderam ver e conversar com Lucas, que adquiriu o Google Glass graças à ideia aprovada de um aplicativo que ajudaria a aprender tocar violão utilizando os óculos conectados, que mostrariam, no próprio instrumento, o local onde as notas estariam posicionadas.

“É como se eu estivesse testemunhando algo que vai revolucionar o futuro”, contou Lucas sobre a experiência única de possuir o aparelho, que irá impactar todos campos de atuação humana conforme os especialistas em comunicação digital. Lucas contou que a experiência mais marcante até agora foi poder assistir ao show de um músico que admira muito, gravar e fotografar o show – hábito cada vez mais comum das plateias com celulares – mas sem perder nenhum instante, inclusive podendo bater palma, experiência diferente de quem registrou o show com um telefone portátil com câmera. Usando o Google Glass, Lucas manteve mãos livres em todo momento.

“Como a última aula do curso de Mídias Sociais era justamente sobre as tendências para o futuro, nada mais adequado do que uma conversa com quem já tem um pedaço desse futuro em mãos”, conta a jornalista Paula Sperb, que ministrou a extensão e convidou Lucas – que apesar do mesmo sobrenome, não é seu parente direto – para o encerramento do curso.

As aulas decorreram sobre a revolução digital, conectividade, brandedcontent, conversação na rede e apontou fortes tendências em mídias sociais como geolocalização e segunda tela.
Imprimir Notícia