Faculdade Murialdo

Conheça as competências importantes para o profissional contábil

Para comemorar o Dia do Contador (22 de setembro) e mostrar a importância desse profissional para a sociedade, a Faculdade Murialdo (FAMUR) conversou com a Contadora do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRCRS) Nádia Emer Grasseli. Ela estará na Instituição no dia 25 de setembro, para participar da palestra “Debates Contábeis - Competências e Habilidades do Profissional Contábil”, juntamente com o Presidente Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (SESCON) Ronaldo Tomazzoni.

 
   Confira a entrevista com a contadora do CRCRS Nádia Emer Grasseli:

 

- Qual a importância do contador para o sucesso das organizações?

O contador é o vigilante da empresa, ele sabe avaliar quando há indícios que a empresa não está sendo rentável, e também que a mesma está comprometendo seu Patrimônio.

 

- Que competências e habilidades são fundamentais para o profissional de contábeis?

Em primeiro lugar muito conhecimento, relacionamento, paciência, visão sistêmica da empresa. Não basta apenas conhecer a parte operacional, precisamos ter uma visão geral para tomadas de decisões.

 

- Qual a diferença entre o contador e o contabilista?

Contador é o profissional graduado em Ciências Contábeis, que é fundamental para um desempenho maior e abrangente. Temos o técnico em contabilidade, que tem atuação bastante restrita em relação ao contador. Por exemplo, a auditoria pode ser exercida somente por contador. Contabilista é um termo popular, a mistura de contador com técnico em contabilidade.

 

- Como funciona o Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul? Qual é a sua missão?

A função do CRC é proteger a sociedade dos maus profissionais, fiscalizar a profissão e fortalecer a classe contábil. O Conselho desenvolve este trabalho, através de fiscalização presencial e eletrônica. É formado por 27 conselheiros titulares e 27 conselheiros suplentes, que desenvolvem trabalho voluntário em prol da classe contábil, como educação continuada, análise de processos, entre outros.       

 

- Como é feita a fiscalização das instituições pelo CRCRS?

Temos fiscalização presencial e eletrônica, mas o que predomina, são as denúncias de órgãos públicos, bancos e empresários.

 

- Enquanto profissional da área, o que você aconselha para os futuros estudantes de contábeis?

Como profissional contábil deve-se buscar todos os dias o conhecimento, melhor dito, a cada minuto. É muito importante fazer parte da comunidade, se fazer presente através de trabalho voluntário. Assistir palestras, debates, não apenas assuntos referentes à contabilidade, mas tudo o que interessa à sociedade.

Considero de grande valia participar de entidades de classe, para que nossa profissão seja valorizada, pois isso nos proporciona um crescimento pessoal mais rápido. Entendo que seja fundamental a integridade (como em todas as profissões), mas na nossa, temos que dar o exemplo, por se tratar que o nosso curso é da área das Ciências Sociais.

 

Foto: Sincontec Serra

Imprimir Notícia