Faculdade Murialdo

Confira alguns mitos sobre o Coronavírus

Com as constantes notícias sobre o novo Coronavírus (COVID 19), é importante ficar atento com as informações falsas. O vírus causa infecções respiratórias e a transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva; espirro; tosse; catarro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

O diagnóstico do COVID 19 é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Em casos suspeitos este processo deve ocorrer duas vezes. A confirmação ocorre por meio da realização de exames de biologia molecular que detecte o RNA viral.

 

Para o tratamento é indicado o acompanhamento médico, além de repouso e consumo de bastante água. Destaca-se ainda algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, de acordo com cada caso, por exemplo: uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos); uso de umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse.

Veja alguns mitos sobre o Coronavírus e as explicações segundo o Ministério da Saúde:

 

- O coronavírus afeta somete pessoas idosas?

Segundo os órgãos de saúde, pessoas de todas as idades podem ser infectadas. Porém, idosos ou indivíduos com condições de saúde afetadas são mais vulneráveis a doença.

 

- Tomar vitamina D protege os indivíduos contra o vírus?

A vitamina D não tem poder de proteger a transmissão. Manter hábitos de alimentação saudável é a principal recomendação nutricional para reforçar as defesas imunológicas.

 

- Chás imunológicos ajudam a prevenir o coronavírus?

De acordo com o Ministério da Saúde, nenhum tipo de chá pode ser usado no tratamento do vírus. Também é falsa a afirmação de que o chá de erva-doce tem a mesma substância do medicamento Tamiflu (fosfato de oseltamivir).

 

- A vacina contra pneumonia protege as pessoas do coronavírus?

Não, o coronavírus é um vírus novo e diferente. Dessa forma, necessita de sua própria vacina. Pesquisadores do mundo inteiro estão trabalhando para desenvolver uma imunização segura contra o patógeno.

 

- Comer alho cru ou chá de gengibre curam as pessoas do coronavírus?

O alimento e a bebida podem apenas aliviar os sintomas, mas não possuem o poder da cura.

 

- Lavar o nariz com frequência evita a transmissão do vírus?

Lavar o nariz com frequência pode ajudar nos casos de renite, mas não tem a capacidade de evitar a transmissão pelo coronavírus.

 

- Usar ou comer óleo de gergelim impede que o coronavírus entre no corpo?

Não, óleo de gergelim não mata o vírus. Até o momento, não há nenhum medicamento específico, infusão ou vacina que possa evitar a infecção pelo novo coronavírus. Segundo o Ministério da Saúde, medidas de higiene, como lavar as mãos várias vezes ao dia, ajudam na prevenção.

 

Vale destacar ainda que é essencial se conscientizar, pois simples ações são fundamentais para prevenir infecções respiratórias e demais doenças. O Murialdo está à disposição da comunidade escolar por meio do telefone (54) 99600.7988.

 

Clique aqui e confira algumas orientações de prevenção do Coronavírus

Imprimir Notícia