Faculdade Murialdo

Acadêmicos participam de visita técnica à empresa Grendene

Na noite desta quinta-feira, 14 de junho, os acadêmicos das disciplinas de Introdução à Administração, Gestão em Marketing e Treinamento e Desenvolvimento, da Faculdade Murialdo (FAMUR), acompanhados pelas professoras Bernardete Chiesa e Magda de Toni, realizaram uma visita técnica à empresa Grendene de Farroupilha (RS).

      

No local, os estudantes foram recepcionados pelas profissionais, Alini Cossul e Mônica que apresentaram a Empresa, de modo especial, destacaram a história, os processos, os produtos, o posicionamento da marca e também responderam perguntas dos participantes.

 

A visita buscou conectar o estudo em sala de aula e ampliar a compreensão sobre a dinâmica de funcionamento de uma empresa, articulando o conhecimento entre teoria e prática.

 

A profissional Alini Cossul explicou que a empresa parte do princípio que as pessoas são sua razão de existir. “Buscamos o desenvolvimento social em todos os municípios onde estamos com unidades produtivas e reconhecemos nas pessoas o protagonismo do seu crescimento. É por isso que elas são o centro de tudo o que fazemos. Em alinhamento com os nossos valores, priorizamos a realização profissional e primamos pelo ambiente colaborativo”, afirmou.        

 

Para o acadêmico Tiago Pereira, a visita técnica foi de grande importância. “A gente passa a conhecer melhor como funciona uma empresa deste porte e, ao mesmo tempo, é motivador, pois podemos nos imaginar sendo profissional numa organização como essa,” destacou.

 

SOBRE A GRENDENE: em 1971, os irmãos Pedro e Alexandre Grendene Bartelle fundaram a Plásticos Grendene Ltda em Farroupilha (RS). Atentos às possibilidades do plástico na indústria, iniciaram a fabricação de embalagens plásticas para garrafões de vinho, até então feitos em vime. Em seguida, iniciou a fabricação de peças em plástico para máquinas e implementos agrícolas. E, na sequencia, tornou-se fornecedora de componentes para calçados, sendo pioneira na utilização da poliamida (nylon) como matéria-prima. A primeira sandália surgiu em 1978, chamada Nuar. Em 1979 era lançada a coleção de sandálias plásticas com a marca “Melissa”. Atualmente, a empresa comercializa os seus produtos para o mercado interno e externo, conta com mais de 20 mil funcionários e cinco unidades: Farroupilha (RS), Fortaleza, Sobral e Crato (CE) Ceará e Teixeira de Freitas (BA).

 

Fotos: Divulgação

Imprimir Notícia