Faculdade Murialdo

Acadêmicos da FAMUR participam de eventos sobre a memória afro-brasileira nos museus

Discutir a presença e a ausência afro-brasileira nos museus de Caxias do Sul foi o objetivo da 7ª Primavera dos Museus, organizada pelo Museu Municipal, Museu dos Capuchinhos e Museu Bruno Segalla, com apoio do Murialdo, que cedeu o Miniauditório para a realização das atividades realizadas nos dias 23 e 26 de setembro.

A Faculdade Murialdo, ciente da importância de inserir seus alunos em vivências multiculturais, incentivou a participação de acadêmicos durante a 7ª Primavera dos Museus.

Na primeira noite, ocorreu palestra do antropólogo Cristiano Sobroza Monteiro, que apresentou sua pesquisa intitulada "Negros em terras de Italianos", sobre migrações de quilombolas para Caxias do Sul. A segunda noite contou com a presença de lideranças do Movimento Negro de Caxias do Sul, que contaram suas memórias e experiências: Lucas Caregnato (A presença negra em Caxias do Sul), Juçara de Quadros (A mulher negra), Sérgio Ubirajara da Rosa (Vida social), Saul de Medeiros (Religiosidade) e Mestre Brasil (Capoeira). A mediação dos diálogos foi realizada pelo antropólogo professor Rafael José dos Santos.

Após as duas noites de palestras, os alunos discutiram sobre a questão do negro em Caxias do Sul com os professores de suas disciplinas.
Imprimir Notícia