Acesso Rápido

Painel sobre Reforma Trabalhista reúne estudantes e profissionais da região
09/02/2018


Um dos temas que mais está gerando questionamentos para os brasileiros é a Reforma Trabalhista, que entrou em vigor no final de 2017. Pensando nisso, a Faculdade Murialdo (FAMUR), em parceria com a Sucessor RH e Rech, Moraes, Oliveira, Toigo & Advogados Associados e com o apoio da ARH Serrana, realizou na manhã desta sexta-feira, 9 de fevereiro, o painel “Os Principais Impactos da Reforma Trabalhista”. O evento, que ocorreu no Teatro Murialdo, foi assessorado pelos advogados Eduardo Kury Corrêa e Felipe de Lavra Pinto Moraes, contando com a participação ativa dos professores da FAMUR Pavlova Perizzollo Leonardelli e Rodrigo Gustavo Aguzzoli Colombo, tendo como mediadora a professora Juliana Rossa, também da FAMUR.

Os mais de 300 participantes foram recepcionados pela Supervisora de Relacionamento, Elaine Sironi. Após a recepção, a mediadora Juliana Rossa realizou uma breve apresentação dos painelistas. Durante o encontro, alguns temas específicos ganharam maior evidência: férias dos trabalhadores, jornada de trabalho bem como a relação do empregado e do empregador com os sindicatos. Ao todo, foram alterados mais de 100 artigos da CLT e criadas duas modalidades de contratação: trabalho intermitente (por jornada ou hora de serviço) e teletrabalho, tratando também sobre o home office (trabalho à distância muito popular em casa).

De acordo com o advogado Eduardo Kury Corrêa, as alterações feitas pela Reforma Trabalhista são boas, desde que realizadas com cautela. “Com ela, os empregadores poderão ter uma negociação mais livre com os funcionários, de certo modo há benefício para ambos. Mas também é necessário que haja cuidado nas tomadas de decisões, pois elas podem comprometer tanto a saúde financeira de uma empresa quanto a saúde financeira dos próprios empregados”, salientou. O advogado Felipe de Lavra Pinto Moraes vê o texto da Reforma Trabalhista como uma evolução jurídica para toda a população brasileira. “Essas alterações beneficiam tanto o empregador, quanto o empregado. Entretanto, as empresas devem ter o auxílio de profissionais que estejam inteirados dos assuntos para que as decisões sejam assertivas”.

A professora da FAMUR, Pavlova Perizzollo Leonardelli, destacou que a reforma é importante, já que é preciso evoluir algumas pontualidades já obsoletas na lei trabalhista. “Eu acredito que, como tudo na vida, possui o seu ônus e bônus. Ainda existem pontos nesse novo documento que geram controvérsias, mas existe a possibilidade de mudanças”, concluiu. O professor Rodrigo Gustavo Aguzzoli, também da FAMUR, ressaltou a importância do cuidado que as empresas devem adotar sob as tratativas, principalmente focando nas novas leis. “É preciso que haja um equilíbrio entre o empregador e o empregado”, destacou. Segundo a participante do evento, Gisele Camargo da Silva, o evento foi produtivo e esclarecedor. “Pude tirar as minhas dúvidas e agora as mudanças com a Reforma Trabalhista ficaram bem mais claras”, finalizou.

 

Fotos: Daniela Basso e Júlio Rodrigues



Outras Notícias

Curso de Ciências Contábeis promove palestra
Solenidade de formatura da FAMUR será realizada em fevereiro
Resultado da homologação dos candidatos para Seleção Docente

Mapa do Site